Shop

Shop
Shop

Free Resources

Free Resources
Free Resources

Work With Me

Work With Me
Work With Me

Dia Mundial do Hijab // Meu primeiro tutorial de hijab + minha história com o hijab

Dia Mundial do Hijab // Meu primeiro tutorial de hijab + minha história com o hijab - Simplicity in Vogue / @ByAndreaB - mulher muçulmana, modéstia, moda islâmica, moda religiosa, youtube, tutorial, como usar o hijab, o que é hijab

Oi, gente! Hoje vim aqui para falar sobre o Dia Mundial do Hijab (World Hijab Day), explico tudo sobre ele e como você pode participar para mostrar seu apoio. Também explico um pouco sobre o significado do hijab para meus leitores não-muçulmanos e conto sobre minha história com o hijab e o que ele significa para mim. Por último, mas não menos importante, estou compartilhando o meu primeiro tutorial de hijab que já tinha filmado há um bom tempo, mas só agora tive coragem de colocar no Youtube. :)

Dia Mundial do Hijab (World Hijab Day)

Hoje, é celebrado ao redor do mundo o dia mundial do hijab. Essa não é uma celebração islâmica, mas essa data foi criada em 2013 por Nazma Khan. O intuito era criar um movimento que ajudasse na conscientização das pessoas contra informações equivocadas e preconceituosas, reconhecendo os direitos de milhões de mulheres muçulmanas que optam pelo uso do hijab.

No ano passado, 2017, World Hijab Day se tornou uma organização sem fins lucrativos. Nesse dia, 1° de fevereiro, mulheres (não-muçulmanas e muçulmanas que não usam o hijab) são convidadas a experimentar o hijab por um dia e compartilhar suas fotos nas mídias sociais como forma de mostrar seu apoio e promover tolerância religiosa.

O que é Hijab?

Para meus leitores que não são muçulmanos, vou explicar um pouco o que significa o hijab. Para muitas pessoas, hijab é um símbolo de segregação e opressão. Na verdade, isso é um equívoco. O ato de usar um véu por uma mulher muçulmana tem que ser sua própria escolha. É o seu livre arbítrio. Se as leis de um país torna essa decisão obrigatória ou um pai força uma filha a usá-lo, eles não estão seguindo os ensinamentos islâmicos. Mas também é errado proibir as mulheres de usá-lo, seja pelo seus pais, local de trabalho ou ambiente escolar. É um direito religioso, da mesma forma que é para a freiras católicas e para algumas mulheres judias que também fazem uso do véu.

Hijab é uma palavra em árabe que significa barreira/separação. No Islam, ele tem um significado mais amplo. É uma barreira que nos separa de tudo que seja considerado errado ou duvidoso. Representa a modéstia, e é tanto para as mulheres como para os homens. O conceito de modéstia no Islam não inclui apenas a forma que nos vestimos, mas também o que está nos nossos corações, o que dizemos, o que pensamos, e até mesmo nosso olhar. Aliás, no Alcorão (nosso livro sagrado), homens são os primeiros a serem ordenanos a baixar o olhar, e só depois, o mesmo é ordenado às mulheres.

O véu é apenas uma pequena parte do que o hijab realmente representa. A palavra mais correta para o véu seria Khimaar. No entanto, hoje em dia, hijab se tornou uma palavra popular para se referir ao véu islâmico. A definição de modéstia pode divergir para diferentes pessoas, para cada religião e até mesmo, entre muçulmanos. Qualquer que seja nossa decisão, ela não pode ser tomada para agradar aos outros. E quando se trata da escolha de usar o hijab, ela tem que ser apenas para Allah (Deus).

Minha História com o Hijab + O Que Ele Significa para Mim

Eu comecei a usar o hijab há mais ou menos uma ou duas semanas antes da minha shahada (declaração de fé - dia oficial de conversão), em 2013. No meu coração, eu já me sentia muçulmana há alguns meses, mas deixei passar um tempo para poder me sentir preparada e pronta para contar minha decisão para minha familia Cristã Católica. O último passo seria descobrir como eu me sentiria com o hijab. Por isso, comecei a usá-lo um pouco antes da minha conversão. Eu queria ter certeza de que eu me sentiria confortável e confiante o suficiente com ele.

Eu sempre soube que isso teria que ser uma escolha minha e que haviam muçulmanas que não o usavam. Mas como sabemos, o hijab é uma das declarações mais visíveis de nossa religião como uma mulher muçulmana. E eu lembro de estar tão feliz em me tornar uma que eu queria que todo mundo me visse como tal, especialmente minha família e amigos. Eu não me importava com o que as pessoas fossem pensar e também não pensei muito nas consequências de tal decisão naquela época.

Eu estava morando num bairro em Londres rodeada por muçulmanos. Eu me sentia parte da comunidade e durante aquele ano, não vivenciei nenhum ato de preconceito pelos não-muçulmanos de lá. Ou, pelo menos, não prestei atenção, por causa de minha excitação de iniciante. (Eu cheguei a sofrer alguns poucos episódios de preconceito quando voltei a Londres em outras oportunidades, mas essa é uma história para outro momento.)

Dia Mundial do Hijab // Meu primeiro tutorial de hijab + minha história com o hijab - Simplicity in Vogue / @ByAndreaB - mulher muçulmana, modéstia, moda islâmica, moda religiosa, youtube, tutorial, como usar o hijab, o que é hijab
Algumas das minhas primeiras fotos usando o hijab, em 2013.

Por consequências, eu me refiro ao fato de ter que voltar ao Brasil e encarar a realidade. O fato que temos uma comunidade extremamente pequena de muçulmanos aqui, especialmente na minha cidade Recife, comparada a Londres. O fato de que eu seria constantemente vista como uma alienígena toda vez que eu saísse de casa. Tendo que enfrentar as piadas, os olhares curiosos e às vezes, até mesmo, olhares de ódio. Pessoas perguntando se eu era do Afeganistão ou parente de Osama Bin Laden. Pessoas me chamando de mulher bomba. E muito mais.

O fato de que se torna muito mais difícil fazer novas amizades ou manter as que já temos por ser mais complicado encontrar uma amizade genuina que não se importe com suas crenças ou o fato de que você não bebe bebidas alcoólicas e não vai com eles para bares e boates. Não me leve a mal, eu sei que há muitas pessoas legais por aí que não se importam com essas coisas.

Além do fato de ser extremamente difícil encontrar um emprego que te aceite com o hijab. Entre muitas outras coisas. É realmente um desafio fazer uso do hijab num país como o Brasil e isso para mim é uma luta diária. Há momentos em que eu apenas gostaria de sair de casa e ser invisível, e não ter que me preocupar com os olhares e julgamentos. Essa é uma das razões pela qual eu tenho utilizado mais variações de turbante do que o estilo mais tradicional de hijab. É muito difícil quando você se sente sozinha e não encontra outras pessoas como você à sua volta, a não ser nas mídias sociais.

Então, você poderia me perguntar: Se você se sente assim, porque continua usando o hijab?

Sempre que penso em parar de usá-lo no meu dia a dia, eu também penso que eu não deveria deixar o racismo e o preconceito vencer. Apenas fazendo uso do hijab, eu posso conscientizar as pessoas e lutar por nossos direitos. Há muitas outras garotas que se sentem da mesma forma. É quem nós somos e faz parte da nossa identidade. Porque deveríamos mudar para agradar aos outros? O hijab também me ajudou a ficar mais forte e me deixou mais consciente de todos os preconceitos e injustiças que existe no mundo contra todas as minorias.

Do ponto de vista espiritual, o hijab é um lembrete constante de como devo me comportar. Me torna constantemente consciente de minhas ações, me ajudando a sempre tentar ser a melhor versão de mim mesma. É também uma forma de educar outras pessoas, mostrando através do meu comportamento o que o Islam realmente ensina e não o que os meios de comunicação escolhem retratar, como uma religião de pessoas extremistas ou como uma cultura exótica que você deveria explorar nas suas próximas férias. No geral, me ajuda a me sentir mais conectada com Deus, por estar fazendo isso por Ele e para ninguém mais.

O hijab não me limita em nada. Nós cobrimos nosso cabelo, não nosso cérebro. Somos capazes de fazer tudo que quisermos assim como qualquer outra pessoa. A única coisa que poderia nos impedir de fazer algo é o pensamento preconceituoso das pessoas. Meu hijab também me liberta dos padrões de beleza ditados pela sociedade, me permitindo focar em outros assuntos menos superficiais, bem como, evitando que a sociedade sexualize nosso corpo e se foque mais na nossa mente e inteligência.

Eu não quero passar a ideia de que pelo fato de eu usar um lenço na cabeça, eu me acho melhor do que as outras pessoas que não o usam. Eu realmente acredito que você não precisa de um lenço para ser um ser humano maravilhoso. Seja você mesmo! Mas faça suas escolhas por você e não para agradar os padrões da sociendade. Seja firme no que você acredita! Para mim, eu escolhi o hijab e acho que minha escolha deveria ser respeitada. É parte da minha identidade, me faz me sentir empoderada, e me ajuda bastante na minha jornada espiritual.

No momento, permaneço firme na minha escolha. Não sei por quanto tempo. Mas, mesmo que um dia eu seja obrigada a parar de usar o hijab por um trabalho e/ou necessidade, ele sempre continuará presente na minha vida (literalmente, porque sempre o utilizamos para fazer as orações ou ir à mesquita). Contudo, eu realmente espero, in sha Allah (se Deus quiser), eu não precisarei deixar o preconceito vencer.

Meu Primeiro Tutorial de Hijab

Finalmente, filmei meu primeiro tutorial de hijab. Na verdade, eu gravei há alguns meses atrás, mas so agora tive coragem de compartilhá-lo com vocês. É um tutorial simples. Tentei recriar o estilo usado num lookbook que eu fiz há um tempo atrás. Você pode conferir o vídeo do lookbook aqui e o post aqui.

Para esse tutorial, usei um hijab de chiffon da iCovered, um touca preta, 2 alfinetes simples e 2 alfinetes de segurança. Não é preciso usar todos esses alfinetes, mas gosto de colocá-los para deixar o hijab mais seguro, já que chiffon é um tecido que desliza fácil. Espero que gostem! Foi minha primeira tentativa, então relevem, por favor... haha.



Muito obrigada por ler todo esse longo texto. Significa muito para mim! Se você é muçulmana e usa o hijab, me conta nos comentários o que ele significa para você. Caso não uses o hijab ou não sejas muçulmana, participe e mostre seu apoio! Compartilhe uma foto usando o hijab no Instagram, Facebook ou Twitter e coloque a hashtag #WorldHijabDay e/ou #StrongInHijab. Eu adorarei conferir todas as fotos depois! :)

Nos vemos no próximo post! :)

Andrea

Facebook | Instagram | Twitter | Pinterest | Youtube | Bloglovin

Se inscreva na nossa newsletter e receba a senha de acesso para a página Free Resources







No comments